Categorias
Blog

AMA

Ama é um conceito ayurvédico muito importante e que está associado, muitas vezes, às origens de várias doenças. Ama corresponde as toxinas formadas a partir da digestão incompleta dos alimentos e tem um alto poder destrutivo nos tecidos corporais.

Na nossa formação em Ayurveda os alunos aprendem detalhadamente um dos principais processos fisiológicos que é a digestão dos alimentos. De acordo com o Ayurveda é por meio de uma digestão equilibrada, com o agni (fogo digestivo) funcionando corretamente, que os doshas são abastecidos e os nutrientes provenientes dos alimentos bem digeridos podem participar da formação dos tecidos corporais. Uma função extremamente importante de um processo digestivo equilibrado, sob a ótica ayurvédica,  é que as substâncias digeridas e bem absorvidas repõem os cinco grandes elementos – Akasha (espaço), Vayu (ar), Tejas (fogo), Jala (água) e Prithivi (terra), os panchamahabhutas, que compõe nosso corpo e também toda matéria universal.

Durante as etapas da digestão e também durante a formação dos tecidos corporais, ocorre a produção de resíduos que necessitam ser eliminados de forma correta, caso contrário, o acúmulo ou a eliminação inadequada dos resíduos podem levar a formação de ama, isto é, de toxinas.

Há muitas formas de identificar se uma pessoa está produzindo ama. Uma delas  é a observação detalhada da língua por parte de um terapeuta. Geralmente, o acúmulo de ama no trato gastrointestinal provoca o aparecimento de uma cobertura na língua, que dependendo da coloração, está associada a desequilíbrios específicos do agni e dos doshas envolvidos durante o processo digestivo. 

A observação da língua faz parte de um protocolo de anamnese bem detalhado feito pelo terapeuta a partir do qual ele orientará o paciente a fazer ajustes adequados na alimentação, revendo os seus hábitos alimentares, indicando ou restringindo alimentos e, muitas vezes, propondo uma dieta alimentar focada na desintoxicação com o objetivo de digerir e eliminar corretamente as toxinas.

Categorias
Sem categoria

Ayurveda, o Caminho para a Consciência.

Grandes mentes se detiveram sobre essa questão. Nos tempos modernos, Sábios como Ramana Maharishi, Yogananda e, mais recentemente Swami Dayananda Saraswati, o grande Mestre de Vedanta.

Ao longo do tempo e das gerações, Filósofos da Índia buscam a resposta da pergunta fundamental da Humanidade: “Quem Eu sou?”

Grandes mentes se detiveram sobre essa questão. Nos tempos modernos, Sábios como Ramana Maharishi, Yogananda e, mais recentemente Swami Dayananda Saraswati, o grande Mestre de Vedanta.

Nunca tivemos a solução para essa pergunta. Mas, na verdade, ela tem o objetivo de motivar o Ser Humano para a descoberta de sua Consciência.

Nós não somos nosso nome, nossa posição na sociedade, nossos títulos, nossa Mente, nós não somos sequer nosso corpo. Nós somos Alma, Jihva, um fragmento do Maior, um fragmento da Consciência Maior.

E que está por um tempo, num corpo.

Ayurveda nos revela o caminho, de viver esse corpo com saúde, no exercer pleno de suas qualidades. E ao vivermos com plenitude, nossa Mente se aquieta, reduz sua natural inconstância, permitindo o acesso ao nosso Eu mais profundo, e então a pergunta fundamental da Cultura Hinduísta, “Quem Eu Sou?”, começa a ter a resposta.

Paulo Bastos Gonçalves

Terapeuta Ayurveda, Professor e Palestrante Internacional